Quem sou

Joana Costa

Psicóloga
- Psicóloga Doutora Joana Costa - Torres Vedras - foto 3
Como Pessoa acredito genuinamente que necessitamos de olhar, cada vez mais, para o outro de igual para igual, com forças, fraquezas, pontos fortes e fracos. Como Psicóloga acredito que a base de uma boa relação terapêutica assenta na empatia, escuta ativa, compreensão, atitude de não julgamento e genuinidade que esse olhar transmite. Só assim conseguimos tirar o melhor que o processo psicoterapêutico tem para oferecer, o poder de transformar obstáculos, contrariedades e dificuldades, em oportunidades de crescimento e aprendizagens.
- Psicóloga Doutora Joana Costa - Torres Vedras - foto 3
Como Pessoa acredito genuinamente que necessitamos de olhar, cada vez mais, para o outro de igual para igual, com forças, fraquezas, pontos fortes e fracos. Como Psicóloga acredito que a base de uma boa relação terapêutica assenta na empatia, escuta ativa, compreensão, atitude de não julgamento e genuinidade que esse olhar transmite. Só assim conseguimos tirar o melhor que o processo psicoterapêutico tem para oferecer, o poder de transformar obstáculos, contrariedades e dificuldades, em oportunidades de crescimento e aprendizagens.
2001

Licenciada (pré-bolonha) em Psicologia Clínica e de Aconselhamento pela Universidade Lusófona
2004

Mestrado em Psicologia em Terapias Cognitivo Comportamentais
2011

Doutoramento em Psicologia pela Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação - Universidade de Coimbra
2018

Pós-Doutoramento em Psicologia Clinica pela Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação - Universidade de Coimbra
2019

Psicoterapeuta em formação na Associação Portuguesa de Terapias Cognitivo Comportamentais e Integrativas (APTCCI)

Sou Psicóloga na especialidade Clínica e da Saúde desde 2001. Ao longo do meu trajeto de 20 anos de experiência e formação contínua fui desenvolvendo competências que me permitem atuar em diferentes contextos clínicos. Desenvolvo o meu trabalho essencialmente no acompanhamento psicoterapêutico de crianças e

jovens, em parceria com os seus pais e educadores, mas também com adultos. A pluralidade de possibilidades de intervenção psicoterapêutica é o que me fascina. As partilhas dos meus pacientes e a sua individualidade são, para mim, fontes de aprendizagem continua não só como terapeuta, mas essencialmente como ser humano.

A minha abordagem terapêutica é essencialmente de cariz Cognitivo- Comportamental e Integrativo, sendo todo o processo terapêutico baseado na individualidade e especificidades de casa um.

Sou Psicóloga na especialidade Clínica e da Saúde desde 2001. Ao longo do meu trajeto de 20 anos de experiência e formação contínua fui desenvolvendo competências que me permitem atuar em diferentes contextos clínicos. Desenvolvo o meu trabalho essencialmente no acompanhamento psicoterapêutico de crianças e jovens, em parceria com os seus pais e educadores, mas também com adultos

A pluralidade de possibilidades de intervenção psicoterapêutica é o que me fascina. As partilhas dos meus pacientes e a sua individualidade são, para mim, fontes de aprendizagem continua não só como terapeuta, mas essencialmente como ser humano.

A minha abordagem terapêutica é essencialmente de cariz Cognitivo- Comportamental e Integrativo, sendo todo o processo terapêutico baseado na individualidade e especificidades de casa um.

Dá uma vista de olhos

Alguns artigos que escrevi

Artigos

Gostou de me conhecer?
Marque a sua consulta!

Contactos

Have a question?

[contact-form-7 404 "Não encontrado"]

1- Costa, J. & Pinto-Gouveia, J. (2013). Experiential Avoidance and Self-Compassion in Chronic Pain. Journal of Applied Social Psychology, 43(8),1578–1591. doi: 10.1111/jasp.12107

2- Costa, J. & Pinto-Gouveia, J. (2013). Experiential Avoidance and Self-Compassion in Chronic Pain. Journal of Applied Social Psychology, 43(8), 1578–1591. doi: 10.1111/jasp.12107 (IF= 0.747)

3- Costa, J. & Pinto-Gouveia, J. (2013). A new approach to explain the link between Social Support and Depression in a 2-years Arthritis Rheumatoid Sample. Is there any moderation effect of Acceptance? International Journal of Psychology and Psychological Therapy, 13, 65-82. url: http://www.ijpsy.com/volumen13/num1/347.html (IF= 0.979)

4- Pinto-Gouveia, J., Costa, J. & Marôco, J. (2015). The impact of Acceptance on Pain, Physical Limitation and Depression in the onset of Rheumatoid Arthritis. Journal of Health Psychology, 1,102-112, doi: 10.1177/1359105313499807. (IF= 2.010)

5- Costa, J., Pinto-Gouveia, J. & Marôco, J. (2014). Pain related catastrophizing on physical limitation in Rheumatoid Arthritis patients. Is acceptance important? Spanish Journal of Psychology, 17, E31, Published online: 16 May 2014. doi: 10.1017/sjp.2014.28. (IF= 0.827)

6- Costa, J., Marôco, J, Pinto-Gouveia, J. & Galhardo. A. (2014). Validation of the Psychometric Properties of Acceptance and Action Questionnaire-II in Clinical and Nonclinical Groups of Portuguese Population. International Journal of Psychology and Psychological Therapy, 14 (3), 353-364. url: http://www.ijpsy.com/volumen14/num3/392.html (IF= 0.979)

7- Costa, J., Marôco, J., Pinto-Gouveia, J, Ferreira C., Castilho P. (2016). Validation of the Psychometric Properties of the Self-Compassion Scale. Testing the Factorial Validity and Factorial Invariance of the Measure among Borderline Personality Disorder, Anxiety Disorder, Eating Disorder and General Populations. Clinical Psychology and Psychotherapy, 23, 460-468. doi: 10.1002/cpp.197 (IF= 2.578)

8-Costa, J., Pinto-Gouveia, J. & Marôco, J. (2016). Chronic pain experiences on depression and physical disability: The importance of acceptance and mindfulness-based processes in a sample with rheumatoid arthritis. Journal of Health Psychology, 15, 1-13. doi: 10.1177/1359105316649785 (IF=2.010)

9- Costa, J., Marôco, J., Pinto-Gouveia, J. and Ferreira, N. (2016). Depression and physical disability in chronic pain: The mediation role of emotional intelligence and acceptance. Australian Journal of Psychology. doi:10.1111/ajpy.12131 (IF=.0724)

10-Costa, J., Marôco, J., Pinto-Gouveia, J., & Ferreira, C. (2016). Shame, Self-Criticism, Perfectionistic Self-Presentation and Depression in Eating Disorders. International Journal of Psychology and Psychological Therapy, 16, 317-328.

11- Costa, J., Marôco, J. & Pinto-Gouveia, J. (2017). Validation of the psychometric properties of cognitive fusion questionnaire. A study of the factorial validity and factorial invariance of the measure among osteoarticular disease, diabetes mellitus, obesity, depressive disorder, and general populations. Clinical Psychology and Psychotherapy. doi: 10.1002/cpp.2077.

12-Pinto-Gouveia, J., Carvalho, S., Palmeira, L., Castilho, P., Duarte, C., Ferreira, C., Duarte, J., Cunha, M., Matos, M. & Costa, J. (2017). BEfree: A new psychological program for binge eating that integrates psychoeducation, mindfulness, and compassion. Clinical Psychology & Psychotherapy. doi: 10.1002/cpp.2072

13-Pinto-Gouveia, J., Carvalho, S., Palmeira, L., Castilho, P., Duarte, C., Ferreira, C., Duarte, J., Cunha, M., Matos, M. & Costa, J. (2016). Incorporating psychoeducation, mindfulness and self-compassion in a new programme for binge eating (BEfree): Exploring processes of change. Journal of Health Psychology, 1-14. doi: 10.1177/1359105316676628